× G&A Comunicação

Insights

Sim, eu posso falar bem em público!

16/07/2018

Sim, eu posso falar bem em público!

A oratória não é necessariamente um dom. Acredite, essa habilidade pode ser desenvolvida na base do treino

A G&A é muito procurada pelas empresas para prestar serviços de treinamento para executivos. Na maioria das vezes, a demanda é por media training. Como a agência trouxe essa expertise para o Brasil há mais de 30 anos, é natural que a nossa empresa seja vista como referência na arte de lidar bem com a imprensa. Modéstia à parte, somos mesmo!

Durante a formação de porta-vozes, notamos que tão importante quanto ter desembaraço no trato com jornalistas é preparar o executivo para perder a inibição de falar em público.

Nem todo empresário, por mais graduado e experiente que seja, tem essa desenvoltura. Muitas vezes a dificuldade alegada é a timidez, mas o que pouca gente sabe é que a oratória não é necessariamente um dom. Acredite, essa habilidade pode ser desenvolvida na base do treino. Por mais introvertida que seja a pessoa.

 

Inscreva-se e receba nossa newsletter



 

Agora, como perder o medo de falar em público? Como não ser devorado por um bicho-papão que tem um nome científico igualmente assustador: glossofobia? O pior é que o fantasma trata-se de um dos maiores temores da humanidade. Maior até mesmo do que a morte.

Aqui na G&A sabemos da importância do obstáculo e unimos parte teórica e prática para responder essa pergunta de tirar o sono. Traçamos quatro desafios de comunicação: crescimento profissional; comunicação eficiente e de alto impacto; inteligência emocional em situações de exposição e identificação de características pessoais no processo de comunicação.

É um processo estruturado para que o empresário apresente um competente storytelling, aliando comunicação verbal e não verbal. Mas pragmático.  Depois de treinar mais de 5 mil executivos, aprendemos no convívio com eles que o lado cartesiano do treinamento conecta mais do que blá-blá-blá de especialistas na matéria.

Por isso acreditamos no coaching, em um plano de ação prático e efetivo que faça o empresário sair de onde está para o nível de atuação que quer chegar. Temos na casa coaches habilitados para acelerar resultados.

Não abrimos mão também de uma metodologia de definição de estilo de palestrante com base em arquétipo. Uma técnica diferenciada desenvolvida pela nossa parceira e atriz Fernanda Zerbini, que criou um teste e uma orientação de como trabalhar a habilidade do empresário de falar em público utilizando as facilidades já existentes em cada profissional.

Sabemos muito bem da complexidade que é entreter alguém. É duro saber que um palestrante só consegue prender a atenção de um indivíduo por 15 segundos. Isso se não for menos. Mesmo assim, tem jeito, sim, de dar um recado de forma segura, clara, lógica e consistente. Nem precisa ser um orador nato como Barack Obama, exemplo de um mestre no ofício, para realizar a façanha.

Com um roteiro simples e bem amarrado, ensaio de como falar para um público específico e a incorporação de um personagem adequado ao seu perfil, dá também para encher o peito na sua palestra e afirmar sem medo de julgamento da plateia: yes, I can!

 

 

Confira mais insights

Como gerar credibilidade via assessoria de imprensa?

Coaching só vale a pena se não for feito com copo de requeijão

Empresário que vacila no senso de importância deixa água bater na bunda

 

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
Lais Guarizzi
Lais Guarizzi

Presidente da G&A Comunicação Corporativa